(11) 9 8585-8683

Você sabia que é possível lucrar mais, mesmo continuando no mesmo ramo de atuação?

Muitos empresários não se atentam a este fato, mas, realizando algumas pequenas alterações na estrutura de trabalho da sua empresa, você pode obter muito mais lucro e principalmente controle sobre os seus negócios, mas não um controle negativo, e sim aquele que vem da segurança de quem sabe o que está fazendo e aonde quer chegar. 

Veja a seguir 6 dicas a esse respeito.

1- Assuma as rédeas da sua empresa

Pode parecer óbvio, mas é essencial que você saiba tudo o que está acontecendo na sua empresa neste exato momento. É comum que os sócios acabem deixando determinadas decisões nas mãos uns dos outros, ou de subordinados, e desde que bem conduzida, essa separação de tarefas é muito positiva. Porém, é essencial que, mesmo delegando, o empreendedor tenha total consciência da situação da sua empresa, verificando sua conjuntura financeira e comercial, bem como o planejamento de marketing e a contratação de pessoal.

Para planejar mudanças positivas, é muito importante que se conheça a fundo o cenário atual, para, dessa maneira, realizar uma análise aprofundada do cenário, e a partir daí criar novas estratégias de ação. É essencial que os sócios saiam dos bastidores, e passem a acompanhar o trabalho de perto, visitando clientes, participando de feiras e simpósios, atuando de perto nas negociações e tomadas de decisões, e observando como funcionam os processos da empresa. 

Desenvolver uma visão ampla é fundamental para todo o empreendedor que esteja em busca do sucesso.

2- Reavalie os preços que você pratica

Com qual frequência você avalia os preços dos seus produtos ou serviços? Muitas vezes por falta de tempo ou de uma análise mais adequada do cenário, o empreendedor acaba praticando preços defasados, que podem ser altos ou baixos demais comparados ao mercado de atuação, e isso pode gerar uma queda significativa nas vendas. O faturamento começa a baixar, o empresário altera os processos produtivos, investe em marketing ou na substituição do pessoal, porém a real causa do gargalo no faturamento é o preço praticado.

Pode ser também que seus preços estejam adequados, mas seja possível reduzir um pouco a margem de lucro de cada unidade, gerando um valor unitário mais baixo, a fim de ocasionar um aumento nas vendas e consequentemente um lucro total mais alto.

Existem diversas técnicas que podem ser utilizadas a fim de alterar os preços de seus produtos, sem, contudo, reduzir seu lucro final, mas ao contrário, aumentá-lo. É essencial que você faça uma análise comparativa de seus preços diante do mercado atual, e, munido dessas informações, possa tomar decisões mercadológicas mais inteligentes e lucrativas.

Nós temos uma prática que fazemos com nosso parceiros com grande sucesso: ADMINISTRAÇÃO DE PREÇO DE VENDA, que é uma consultoria gratuita PARA QUEM É NOSSO CLIENTE onde nós analisamos e ajustamos seus preços, sem mexer na lucratividade da empresa.

Para saber mais, chame-nos no WhatsApp

3- Ofereça parcelamentos mais longos ao seu cliente

É aquela velha história: mil reais pode parecer muito, enquanto dez vezes de cem reais pode ser mais acessível aos olhos do consumidor.  Para vender mais, considere ampliar as linhas de crédito oferecidas ao seu cliente, bem como aumentar os prazos de pagamento e a quantidade de parcelas. Promoções com o apelo “comece a pagar em 120 dias”, ou “parcele em até 24 vezes” podem ser extremamente atrativas, principalmente em tempos de crise econômica, em que o consumidor deseja adquirir bens de consumo, mas vê sua renda mensal reduzida.

Com essa manobra, você pode até mesmo ampliar seu público-alvo, englobando consumidores de classes sociais mais baixas, pois, aderindo ao parcelamento, muitas pessoas passam a ter condições de adquirir seu produto ou serviço, coisa que antes seria muito difícil ou quase impossível.

4- Ofereça recompensas para a sua equipe de vendas

Outra maneira muito eficiente de aumentar a sua lucratividade é criar campanhas de incentivo para o seu time de vendas. Oferecer brindes e prêmios é eficiente não só para fidelizar seu consumidor final, mas também para motivar o seu público interno, ou seja, seus colaboradores.

Você será capaz de definir que tipo de premiação sua equipe mais gostaria de receber: as opções vão desde folgas, viagens e ingressos para shows, até premiações em dinheiro e a participação em cursos, palestras e treinamentos. Trabalhar com metas definidas e ter a possibilidade de obter alguma forma de reconhecimento pelo seu esforço no curto e médio prazo são excelentes combustíveis para motivar qualquer equipe.

5- Solicite ajuda dos seus colaboradores para melhorar seus processos

Continuando o processo de motivação de seus colaboradores, solicite a eles propostas e sugestões para a melhoria das atividades de sua empresa. Ninguém melhor do que aquele que executa o trabalho para lhe dizer o que está certo ou errado ali, e o que pode ser melhorado. 

Seguindo a linha de premiação, você pode criar concursos para selecionar novos projetos, bem como premiar as melhores ideias. Agindo dessa forma, você não só aprimora os seus processos de trabalho, como possibilita o desenvolvimento pessoal e profissional dos seus colaboradores, criando uma empresa mais participativa, com funcionários mais felizes e motivados.

6- Ofereça benefícios para quem paga em dia e reforce a equipe de cobrança

Um cliente ou fornecedor que deixa de pagar no dia combinado pode gerar imensas preocupações ao empresário, dependendo da situação econômica da empresa e do seu ramo de atuação. Se você tem sofrido com atrasos, é bom começar a pensar em premiar quem paga em dia, e isso pode ser feito facilmente, por meio de descontos para pagamento até determinada data, por exemplo. Melhor que punir quem paga depois, é oferecer benefícios para quem paga antes, essa prática causa simpatia em seus clientes e geralmente garante bons resultados.

Para se precaver, é importante também reforçar a equipe de cobrança, investindo em profissionais qualificados, que poderão gerenciar o fluxo de recebimentos, atuando junto ao devedor de maneira respeitosa, porém firme, a fim de evitar colapsos financeiros. Gerenciar de forma positiva o relacionamento com o cliente, mesmo durante a cobrança, é essencial para projetar uma boa imagem no mercado.

Se você gostou das nossas dicas, baixe agora nossa Planilha de Preço de Venda, e comece hoje mesmo a aumentar os lucros da sua empresa.

Entre em contato caso tenha qualquer dúvida.

Chame no WhatsApp