(11) 9 8585-8683

Para quem está tentando realizar o sonho de empreender, principalmente sozinho ou com uma equipe enxuta, podem surgir muitas dúvidas sobre o que é uma empresa ME, que é uma das mais adequadas para ser aberta nesse contexto.

Do que se trata esse tipo de empresa?

Será que realmente vale a pena abrir uma?

Existem outras opções semelhantes?

Descubra no decorrer desse artigo.

Afinal, o que é uma empresa ME?

Junto à sua vontade de empreender, precisa existir também a vontade de se formalizar, e nesse momento abrir uma empresa ME pode sim ser a melhor opção.

Se você chegou até esse conteúdo, é por que realmente quer saber do que se trata esse tipo de empresa, e aqui daremos uma explicação bem simples:

A sigla ME se refere à microempresa, que é diferente da Empresa de Pequeno Porte (EPP) e do chamado Microempreendedor Individual (MEI).

As principais confusões, por sinal, costumam ocorrer em relação ao MEI e à ME, porém se a primeira é muito mais simples para ser aberta, a segunda envolve um pouco mais de burocracia, e por outro lado também oferece mais liberdade ao empreendedor.

Por exemplo:

Ao abrir uma empresa ME você poderá contratar até 10 pessoas para a sua equipe, enquanto que como MEI poderá contar apenas com um funcionário.

Seus ganhos poderão ser muito maiores: enquanto que o MEI pode faturar até R$81.000,00 por ano, a microempresa pode faturar até R$360.000,00.

E mesmo faturando muito mais, as facilidades para arcar com suas responsabilidades fiscais também existirá, uma vez que você poderá ser optante do Simples Nacional.

No que diz respeito à burocracia, não há como fugir da criação de um contrato e outras etapas que exigem o auxílio de um contador. Lembrando que, nesse sentido, nós da Santana Contábil podemos te auxiliar a qualquer momento.

Qual a melhor opção: ME ou MEI?

Para essa pergunta não existe necessariamente uma resposta certa.

O que deve ser levado em consideração é a atividade na qual a empresa estará inserida e o faturamento que irá ter, pois existem muitas atividades que não podem ser enquadradas como MEI e, como mencionamos, um microempreendedor individual pode faturar no máximo R$81.000,00 por ano.

Então, considerando especificamente a atividade, talvez você precise de fato ter a empresa ME como primeira opção. Mas, se a atividade escolhida puder ser enquadrada no MEI, nada impede que você comece como microempreendedor individual e migre para a microempresa posteriormente, quando começar a ter mais lucro.

Lembrando que, para essa migração ocorrer, será preciso seguir alguns processos burocráticos, como a criação do contrato social e da declaração de microempresa, que te dará diversos benefícios.

De qualquer forma, agora que você já sabe o que é uma empresa ME, não deixe de considerar essa possibilidade, pois mesmo sendo algo um pouco mais burocrático, te permitirá ter muito mais vantagens, inclusive competitivas.

Para entender mais a fundo sobre esse tipo de empresa, como abrir e manter uma, entre em contato e converse com um de nossos contadores.

Não se esqueça, também, de que para que o seu faturamento seja como esperado, independente de você ser MEI, ter um ME ou uma EPP, é preciso calcular corretamente o preço de venda de seus produtos ou serviços.

E você pode fazer esse cálculo agora mesmo, baixando gratuitamente nossa Planilha de Formação e Administração de Preço de Venda.

É só clicar no link e fazer o download.